sábado, 27 de agosto de 2016

Santa Mônica e Santo Agostinho


Santa Mônica - 27 de Agosto
(331 -387)

A grandeza da santidade de Agostinho influiu para que sua festa fosse precedida pela de sua santa mãe. A sua vida só é conhecida por nós através das "Confissões" do filho, que tem sobre ela páginas estupendas. Cristã de fé robusta, profundamente piedosa, alcançou com sua bondade converter o marido pagão e irascível, e com a força das preces e das lágrimas, o filho transviado. Esperou dezesseis anos com incrível paciência que Agostinho se emendasse. Em busca de aventura, o filho foi para a Itália. Mônica, por sua vez, foi a Roma procura-lo, depois a Milão, onde assistiu ao seu batismo.  Não mais voltou à África, pois morreu em Óstia, antes do embarque.

*



 Santo Agostinho - 28 de Agosto



Natural de Tagaste (atual Souk Abras, na Argélia), Agostinho teve uma juventude solta. Convertido milagrosamente em Milão, aos trinta e dois anos, e tendo recebido o batismo das mãos de Santo Ambrósio, regressou à África apos a morte de sua mãe, Mônica, e consagrou-se à vida religiosa. Feito padre e depois bispo de Hipona (Argélia), trabalhou por quase quarenta anos contra as heresias e desvios cismáticos da época: maniqueísmo, donatismo, pelagianismo, arianismo, deixando muitíssimos escritos, muitos deles verdadeiras obras-primas, como as Confissões e as Retratações (escritos autobiográficos), a Cidade de Deus (espécie de teologia da história), o tratado Da Trindade, Comentários sobre os Salmos, etc. 
Agostinho é um gênio universal e profundo, tem uma inteligência penetrante, imenso coração. Reelaborou a tradição teológica anterior e lhe imprimiu sua marca original. Com seu caráter generoso e simpático, sua sensibilidade, indulgência e capacidade de perdoar, uniu a si os próprios adversários. Sua espiritualidade e sua "regra" religiosa fizeram surgir em todas as épocas formas de vida religiosa que o consideram pai. Ainda hoje, além dos agostinianos, cerca de 20.000 religiosos seguem fundamentalmente sua regra, e muito mais numerosas são as instruções femininas que o têm por pai. É o maior dos padres e o primeiro dos quatro grandes doutores do Ocidente.


 (Missal Cotidiano - 1985)

*

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Nossa Senhora da Glória




Nossa Senhora da Glória, ou o título de Nossa Senhora da Assunção, refere-se a três verdades da fé professadas pela Igreja: a dormição de Nossa Senhora, sua Assunção ao céu em corpo e alma e a sua Glorificação como Rainha do céu e da terra. Após realizar o projeto de Deus, com disponibilidade e perseverança, ela foi glorificada de forma total.
Com grande veneração e amor, seu Santo Corpo foi depositado no sepulcro pelos Apóstolos, menos por São Tomé, que, chegando no terceiro dia, quis ver mais uma vez o Sagrado Corpo. Abriram o sepulcro e eis que o encontraram vazio, porém repleto de flores frescas, que exalavam um agradabilíssimo perfume. Estava confirmado o que os Apóstolos e outros fiéis suspeitavam: Maria havia sido elevada aos céus!
Nossa Senhora da Glória é um sinal para nós de que um dia, pela graça de Deus e pelos nossos esforços, também poderemos nos juntar à Mãe Santíssima, dando glória a Deus.


(Calendário Rezando com Maria, 2016)

*

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Santa Teresa Benedita Da Cruz

                                                                     

Santa Edith Stein (Teresa Benedita da Cruz)

Edith Stein nasceu na cidade de Breslau, Alemanha, no dia 12 de outubro de 1891, em uma próspera família de judeus. Na adolescência, viveu uma crise: abandonou a escola, as práticas religiosas e a crença consciente em Deus. Em 1921, leu a autobiografia de Santa Teresa d'Ávila. Tocada, converteu-se e foi batizada em 1922. Mas a mãe e os irmãos nunca compreenderam ou aceitaram sua adesão ao catolicismo. A exceção foi sua irmã Rosa, que se converteu e foi batizada em 1936. Edith Stein começou a servir a Deus com seus talentos acadêmicos. Em 1933, chegavam ao poder Hitler e o partido nazista. Todos os professores não-arianos foram demitidos. Por recusar-se a sair do país, os superiores da Ordem do Carmelo a aceitaram como noviça. Em 1934, tomou o hábito das carmelitas e o nome religioso dTeresa Benedita da Cruz. A Segunda Guerra Mundial começou e a expansão nazista alastrou-se pela Europa e pelo mundo. Em julho de 1942 os bispos holandeses emitiram sua posição formal contra os nazistas e em favor dos judeus. Hitler considerou uma agressão da Igreja Católica e revidou. Em agosto, dois oficiais nazistas levaram Edith e sua irmã do Carmelo para o campo de Westerbork. Lá, Edith Stein procurava consolar os mais aflitos, levantar o ânimo dos abatidos e cuidar, do melhor modo possível das crianças. Assim ela viveu alguns dias, suportando com doçura, paciência e conformidade a vontade de Deus, seu intenso sofrimento, e dos demais. No dia 7 de agosto de 1942, Edith Stein, Rosa e centenas de homens, mulheres e crianças foram de trem para o campo de extermínio de Auschwitz- Birkenau. Dois dias depois, em 9 de agosto, foram mortas na câmara de gás e tiveram seus corpos queimados.

(Revista Aparecida, 2010)

*    

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Santo Afonso Maria de Ligório - 1 de Agosto


Afonso Maria de Ligório: bispo e doutor da Igreja.
*1696  -  +1787


Muito jovem ainda, foi brilhante advogado do foro de Nápoles. Frustrado em certa causa sensacional, dedicou-se a uma causa mais elevada: fez-se sacerdote para evangelizar a pobre gente dos campos, e fundou para isso a Congregação do SS. Redentor, os Redentoristas. Encontrou provações e obstáculos que superou com santa paciência. Eleito bispo no sul da Itália após intensa atividade, retirou-se e escreveu até à morte, fiel a seu voto de jamais perder tempo. Ao pessimismo religioso e ao rigorismo puritano e jansenista opôs uma imensa confiança na misericórdia redentora de Deus. Afonso foi um grande mestre de moral e de piedade, recomendando em particular a devoção à Eucaristia e a Nossa Senhora, o mais belo fruto da Redenção. Declarado doutor da Igreja, é patrono dos confessores e moralistas.

(Missal Cotidiano, 1985)

*