domingo, 25 de dezembro de 2016

Natal do Senhor - 2016




A noite seria sempre noite 

A noite seria sempre noite se o grito de um recém-nascido não tivesse acabado com ela. As trevas seriam somente trevas se a luz não tivesse feito o trabalho de descosturar seu tecido. A infelicidade seria apenas infelicidade se um semblante não tivesse partilhado seu peso. Natal é uma memória que dá à luz a história, uma promessa costurada ao desespero, uma Palavra que cai no mundo para abrir uma fresta que clareie o mundo, um convite a novas sementeiras. Deus no humano é sempre possível para quem acolhe sua fragilidade como um berço!

Francine Carrillo

*



***

Um comentário:

  1. Boa tarde natalina, querida Zui!
    Sejam felizes e abençoados seus amados!
    Bjm fraterno e natalino

    ResponderExcluir