quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Dom Helder Câmara


Dom Helder, 1909 - 1999

"Afinal, a sua vida foi uma aventura mística. Viveu-a, no início, num ambiente de triunfo; depois, cada vez mais, num sofrimento que foi crescendo. A sua vida foi semelhante à de Jesus, que também começou pelos triunfos e depois foi caminhando para a cruz, cada vez mais consciente de que esse seria o seu destino final nesta terra. Mas também com a certeza da ressurreição e da vida da plenitude do mundo novo tão sonhado do qual tinha sido o profeta desde o início."

Pe. Joseph Comblin

***




Feliz de quem entende

que é preciso mudar muito
para ser sempre o mesmo...

***



Faze de mim um Arco-Iris

que acolha todas as cores
em que se fragmenta
a Tua luz!
Faze de mim, sempre mais,
um arco-iris
que anuncie a bonança
depois das tempestades...

***



Queria ser

humilde poça d'água
que refletisse o céu!

***



Mãos Postas

Quando, rezando,
tua mão direita
cobrir de todo a esquerda
- palma a palma
dedo a dedo
como luva-
pede a Deus
que assim,
exatamente assim,
tua vida corresponda
ao plano eterno sobre ti.

***



domingo, 24 de agosto de 2014

Blogagem Coletiva: Delicadezas de Deus




As Delicadezas de Deus são infinitas e  devemos estar atentos para reconhece-las. Na Bíblia podemos encontrar muitas delas. Em Livros que falam da bondade e misericórdia de Deus, como o Gêneses, Êxodo, Os Profetas, Judite, Ester, além de outros. E não somente do Antigo Testamento, mas do Novo Testamento, onde as Delicadezas de Deus vem expressa através da pessoa do Filho de Deus, Jesus Cristo.

Na Bíblia, o Estudo e mais ainda a Leitura Orante da Palavra de Deus nos faz reconhecer e admirar as infinitas Delicadezas de Nosso Deus na vida da humanidade e na vida pessoal daquelas pessoas. Esta frequência, na Leitura Meditada e o Espírito Santo nos auxilia nesta tarefa de reconhecimento das Delicadezas de Deus em nossa existência. Para isto, devemos ficar atentos as manifestações de Deus que acontecem através das pessoas, dos acontecimentos especiais e, mais ainda, dos corriqueiros.

***


Como experiências destas Delicadezas de Deus em minha vida pessoal e comunitária quero destacar as alegrias e pequenos presentes enviados por Deus, para provarmos, ainda na Terra, um pouco da Eternidade.


Todas as vezes que me deparo com um lindo cenário vindo da natureza, como um presente do Deus Criador. São as Delicadezas de Deus!

***


 Quando jovem colecionava estampas de santos e tinha diversas de Jesus. Lembro que observei que em todas as imagens, Jesus não estava sorrindo. E pensei, "Como seria bonito se fizessem a figura de Jesus sorrindo!" Depois não pensei mais nisto e quando fui dormir tive um sonho místico.
No sonho, eu estava passeando num local onde havia pessoas indo e voltando. Então, vi, de costa, um homem de cabelos longos e de túnica que logo achei ser Jesus. E  admirada, falei: "É ele!" Foi quando Jesus virou-se para mim e sorriu! Retribui sorrindo e acordei. 
Hoje, pensando sobre este sonho, vejo a Delicadeza de Deus, na pessoa de Jesus, que quis me obsequiar com o seu sorriso. 

***


No cotidiano, principalmente nos dias cheios de contratempos que fica até difícil perceber a presença de Deus naquela hora, mas que depois, talvez em outro dia, podemos constatar a providência de Deus, nos obsequiando com sua amável Delicadeza.


Aconteceu comigo, na quinta-feira passada, quando precisei sair para ir em órgãos públicos e dar entrada em documentos para aposentadoria. O dia estava nublado e chovia muito, fazendo com que o trânsito ficasse lento e os ônibus demorassem a chegar no destino. Pensei em deixar o restante dos documentos para dar entrada no outro dia. Porem, enfrentando contratempos por conta da chuva, finalmente consegui resolver todas as pendências e agradeci a Deus por isso! No dia seguinte, o céu estava limpo e ensolarado, mas na televisão anunciava uma greve de ônibus, que infelizmente, pegou muita gente de surpresa. Lamentei pelas pessoas que não estavam conseguindo chegar no trabalho. E, logo percebi a Delicadeza de Deus ao me dar inspiração para não deixar nada para o dia seguinte. 

***


Mais uma participação na BC de nossa amiga Rosélia.  Em comemoração pelos cinco anos do Blog Espiritual - Idade.
Agradeço por esta oportunidade em participar!

***



domingo, 17 de agosto de 2014

Assunção da Virgem Maria


Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!


Lc 1, 39 - 56

Hoje, Maria encontrou aquele que sua alma venera. Ela o encontrou, e o prende segundo o Espírito. Ela passou deste mundo e subiu ao céu. A sombra da morte se retirou para ela e o brilho da luz se levantou para ela. Aquela em cujo seio foram celebradas as núpcias da eternidade e do tempo vive o eterno. Com a doutrina da Assunção, responde a Igreja ao desespero do mundo. Afirma a beleza da vida, oposta a morte. Quando as guerras, os apetites sexuais e o pecado multiplicam as discórdias entre os homens, e a morte irradia suas ameaças por toda a parte, a Igreja pede-nos que levantemos os nossos corações para essa vida que contém a imortalidade da vida. A vida de Maria pertence à História pública da salvação. Nela a criatura atinge a plenitude e faz desaparecer o limite do humano.

(Agenda Bíblica, 1993)

***



quinta-feira, 14 de agosto de 2014

São Maximiliano Maria Kolbe - 14 de Agosto




São Maximiliano Maria Kolbe nascido Rajmund Kolbe, OFM na Zdunska Wola, Polônia, em 8 de Janeiro de 1894. Morreu em Auschwitz, Polônia, 14 de Agosto de 1941. Foi um Padre Missionário Franciscano da Polônia. Morreu como mártir no Campo de Concentração Nazista de Auschwitz, como voluntário para morrer de fome no lugar de Franciszek Gajowniczk como castigo pela fuga de outro prisioneiro.
Foi Canonizado pelo seu compatriota, o Papa João Paulo II, em 10 de Outubro de 1982, na presença de Franciszek que sobreviveu aos horrores de Auschwitz. O próprio Papa, em numerosos textos, chama-o de "santo de nosso século difícil".
Sua Festa Litúrgica é em 14 de Agosto.

***

"Sou um Padre Católico da Polônia, quero morrer em lugar de um destes. Já sou velho e não presto para nada. A minha vida não servirá para grande coisa... Quero morrer por aquele que tem mulher e filhos".


***


sábado, 9 de agosto de 2014

Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein)



(1891- 1942)

Santa Teresa Benedita da Cruz, nasceu em Breslavia (Alemanha), em 1891. Tornou-se religiosa carmelita e mártir do holocausto nazista, falecendo em 9 de agosto de 1942. Sua canonização aconteceu no dia 11 de outubro de 1998 com o Papa João Paulo II. Junto à Santa Catarina de Siena e Santa Brígida da Suécia é co-padroeira da Europa. 

***



Pensamentos de Santa Teresa da Cruz (Edith Stein) 


Estou feliz por tudo. Só podemos adquirir a ciência da cruz, experimentando a cruz até o fim... Repito no meu coração: Ave, cruz, spes única (Ave, cruz, única esperança).

***

Pois Deus, a Santíssima Trindade inteira está em nós. Quando conseguimos construir em nosso interior uma morada bem fechada, retirar-nos para dentro o maior número de vezes possível, então, não nos poderá faltar mais nada em nenhum lugar do mundo.

***

A cruz é mais eficiente do que a mortificação que exerce por livre e própria escolha. Sim, a cruz enviada por Deus, exterior e interior.

***

Quando algo se realiza do que pedi em oração longamente e com perseverança, fico ainda mais encantada com o poder do que com a graça alcançada imediatamente.

***

Geralmente recebemos uma cruz mais pesada, quando desejamos nos livrar daquela que tínhamos antes.

***

O que seria oração da Igreja, se não fosse a entrega totalitária dos grandes amantes de Deus, que é Amor?

***





***