terça-feira, 27 de novembro de 2012

Nossa Senhora das Graças - 27 de Novembro

Medianeira das Graças

A mediação de Maria atrai a confiança e a piedade do povo. A prece conhece o seu poder suplicante e os devotos sentem a segurança da misericórdia materna da Mãe de Deus. É próprio de mãe distribuir cuidados e graça. O papel de Maria Medianeira "é sustentar e promover o progresso e a santificação de toda a realidade humana dentro da sua história e do seu caminho". Maria une o espiritual e o afetivo, é Mãe espiritual, Mãe da graça, colaboradora direta da redenção. Através dela chegamos também ao Filho de Deus e Ele vem até nós com o mesmo jeito humano e divino de sua Mãe.
( Frei Vitório Mazzuco,OFM)



O significado da imagem de Nossa Senhora das Graças

Em sua segunda aparição a Santa Catarina Labouré, no dia 27 de novembro de 1830, Nossa Senhora explicou o significado da sua imagem:
"A esfera que vês representa o mundo inteiro, especialmente a França e cada pessoa em particular. Estes raios são o símbolo das graças que Eu derramo sobre as pessoas que mas pedem. Os anéis dos quais não partem raios simbolizam as graças que se esquecem de me pedir".


Rezemos a Nossa Senhora, pedindo todas as graças que Ela reserva para nós:

Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós.

*

domingo, 25 de novembro de 2012

Domingo de Cristo, Rei do Universo - 25 de Novembro

Em imagens noturnas tive esta visão: Entre as nuvens do céu vinha alguém semelhante a um filho do homem. Chegou até perto do ancião, foi levado à sua presença. Foi lhe dada a soberania, a glória e a realeza. Seu poder é um poder eterno, que nunca lhe será tirado e sua realeza é tal, que jamais será destruída! 
                                                                                                                   Dn 7,13-14




Hoje termina o Ano Litúrgico com o domingo de Cristo Rei do Universo. Sabemos que  o ano Litúrgico tem início no Advento, este ano celebraremos no próximo domingo dia 2 de dezembro.





Ontem, celebramos a Primeira Eucaristia de nosso filho, Vinícius Luís. Foi realizada na Capela do Colégio Santa Catarina às 09:00 horas. 

 *

domingo, 18 de novembro de 2012

Salmo para meditar...




Salmo 90



Tu que habitas ao amparo do Altíssimo,

e vives à sombra do Onipotente,
dize ao Senhor: "Meu refúgio, minha fortaleza,
meu Deus, eu confio em ti!"
Ele te livrará do laço do caçador,
e da peste destruidora.
Ele te cobrirá com suas penas,
sob suas asas te refugiarás,
seu braço é escudo e armadura.
Não temerás o terror da noite
nem a flecha que voa de dia,
nem a peste que caminha na treva,
nem a epidemia que devasta ao meio-dia (...)
Basta que olhes com teus olhos,
para ver os salários dos ímpios,
porque fizeste do Senhor o teu refúgio,
tomaste o Altíssimo como defensor.
A desgraça jamais te atingirá,
e praga nenhuma chegará a tua tenda,
pois ele ordenou aos seus anjos
que te guardem em teus caminhos;
eles te levarão em suas mãos,
para que teu pé não tropece numa pedra; (...)
"Eu o livrarei porque a mim se apegou,
eu o protegerei, pois conhece o meu nome.
Ele me invocará e eu o responderei.
Na angústia estarei com ele,
eu o livrarei e o glorificarei;
vou saciá-lo com longos dias
e lhe farei ver a minha salvação". 

*

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Oração de Jesus



"Eu queria que te vissem tal como és: 
um coração incapaz de imaginar
outra coisa do que seu bem e sua felicidade,
um coração feliz, por tantas invenções
para com eles, uma delicadeza sempre atenciosa
Contigo,eu queria, achar cada dia,
para com eles gestos que brotassem
de meu coraçãoe que lhes falassem de teu coração".


Na sua oração, Jesus apresentava a seu Pai todos aqueles que tinha encontrado durante o dia; Jesus expunha a seu Pai todos  os obstáculos achados no caminho para anuncia-lo, anunciar este Pai que é Amor;  compartilhava com ele a sua vida cotidiana e encontrava a paz neste contato tão intenso e tão rico com seu Pai.   
                
( Jean-François Six, in Jesus Rezava Assim...)




domingo, 11 de novembro de 2012

Soneto a Jesus Crucificado




Se sois riqueza, como estais despido?
Se onipotente, como desprezado?
Se rei, como de espinhos coroado?
Se forte, como estais enfraquecido?
Se luz, como a luz tendes perdido?
Se sol divino, como eclipsado?
Se Verbo, como é que estais calado?
Se vida, como estais amortecido?
Se Deus? Etais como homem nessa cruz?
Se homem? Como dais a um ladrão,
com tão grande poder, a posse dos Céus?
Ah, que sois Deus e Homem, bom Jesus!
Morrendo por Adão enquanto Adão,
e redimindo Adão enquanto Deus.

         Anônimo, séculos XVI-XVII

*

Reflita...






Não há pára-raios


mais sensíveis e poderosos
do que duas mãos postas
humildes e confiantes
erguidas para o céu!

 Dom Helder Câmara

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Academia Santa Gertrudes - 100 Anos


Quem já fez uma promessa de subir uma ladeira como esta à pé?  Parece fácil, moleza até...  Concordo, mas quando se é jovem. Eu mesma já subi por esta ladeira tantas vezes para chegar ao meu Colégio. Este que dá para vislumbrar ao final, no alto da ladeira. Já desci esta ladeira pulando o frevo no carnaval de Olinda.




É bom chegar no alto da Ladeira da Misericórdia e admirar a criação de Deus... E falar como Duarte Coelho: "Oh! Linda situação para uma vila..."




Sempre admirando toda esta criação!




Olinda linda! Cidade sempre bela! 




Igreja Nossa Senhora da Misericórdia e o Parlatório do Convento das Irmãs Beneditinas.




A Mãe do Céu, Nossa Senhora de Lourdes.
Parlatório do Convento das Beneditinas Missionárias, em Olinda.




Academia Santa Gertrudes 100 anos
Aqui estudei e me formei.


domingo, 4 de novembro de 2012

Domingo de Todos os Santos


Exemplo de Santidade nos tempos de hoje

Gianna Beretta Molla   ( Magenta, 4 de Outubro de 1922 - Milão, 28 de Abril de 1962 )
Foi  uma médica italiana casada e mãe de família com quatro filhos, proclamada Santa pela Igreja Católica.

Filip 3, 17
"Os Santos nos ensinam e nos estimulam a seguir a Cristo, a realizar a vida cristã autêntica  dentro dos moldes de nossa vidinha descorada. Os Santos não são exclusivamente nossos intercessores como supõe, infelizmente, a maioria do povo. São nossos modelos e incentivadores...
O modo mais prático de imitar a Cristo pode estar na consideração da vida dos Santos que tiveram de agir em circunstâncias muito parecidas com as nossas. Alguns traços de Jesus passariam despercebidos ao comum dos cristãos, se os Santos não os tivessem realçado, eles que, melhor do que ninguém, viveram do espírito de Cristo".  

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Finados / Antes de Partir...



Não, não se trata de um comentário sobre o filme:  Antes de Partir.  Trata-se, no entanto, de um Relato de Experiências vividas por três irmãos, na verdade eles eram meus tios, irmãos de minha mãe. O que tem de semelhante com o filme a que me refiro neste título acima, é que, como eles, meus tios também tiveram uma experiencia de vida dias antes de morrer. Mas, diferente dos personagens do filme que resolveram aproveitar o restante da vida fazendo tudo o que sempre desejaram, antes de partir; meus tios viveram uma experiência espiritual, fazendo valer os últimos dias de suas vidas, na busca da reconciliação com Deus. Eram pessoas comuns, pecadoras, sofridas, mas com qualidades ocultas que só Deus conhecia.


Cada uma destas pessoas morreram em momentos e circunstâncias diferentes entre si. Seus nomes eram Alípio, o primeiro que faleceu, depois Edésio, o segundo, e por fim Severino, o terceiro tio.




Alípio - Jesus o levou para Ele.

Alípio era solteiro e morava com meus pais e irmãos, além de uma tia irmã mais velha de minha mãe e dele. Eu era muito pequena quando ele conviveu conosco e nem me lembro dele. O que irei relatar foi contado por minha tia e irmã mais velha dele, Rita de Cássia, a mesma que residia com a gente e também já não está entre nós.Tinha tio Alípio um problema de natureza mental que não sei explicar as causas; sei apenas, que ele escutava mas não falava. Se comunicava através de gestos e assim vivia sem problemas com todos da família. Um certo dia, ao anoitecer, antes de se recolher para dormir, ele foi até a cozinha e pediu água à minha tia que lhe entregou sua pequena quartinha (recipiente de barro onde se armazena água para beber). Terminado de tomar a água, Titia quis saber se ele queria mais alguma coisa, uma fruta talvez. E, para surpresa sua ele respondeu falando pela primeira vez: "Deste mundo não quero mais nada, só Jesus!".  Logo depois foi dormir e quando amanheceu o dia, não mais acordou. Jesus o levou para Ele.



Edésio - Morreu Reconciliado com Deus.


Edésio também era solteiro. Morreu aos quarenta anos de um câncer na boca, sofreu muito com a doença. Lembro-me de tudo, porque nesses últimos momentos de sua vida eu já tinha quinze anos. Alguns anos antes de sua morte ele não residia mais conosco mas, em um quitinete alugado no mesmo bairro nosso. Ele havia sido expulso de nossa casa por papai, seu cunhado. Meus pais não suportaram as consequências da bebida que o fazia chegar embriagado quase todos os dias, brigando com mamãe e titia. Chegava chamando palavões, como "a gota serena", que não sei o que significa. Outras vezes chegava mais alegre e cantando a música de Nelson Gonçalves, "Boemia aqui me tens de regresso..." Era quando eu gostava, pois ele tinha uma bonita voz. Mamãe e titia ficavam preocupadas com a vida que ele levava e temia por algum atropelamento nas ruas. Tio Edésio também fumava muito. Tudo isso provocou a doença do câncer na região bucal. Foi quando ele voltou para nossa casa para ser cuidado pelas suas irmãs. Ele gostava de conversar com o padre capelão do colégio de freiras perto de nossa casa. Quando estava muito doente, mas ainda conseguia falar, pediu para se confessar com este padre seu amigo. O padre foi à nossa casa e administrou os Sacramentos da Reconciliação e o da Unção dos Enfermos. Depois disso, mesmo sentindo terríveis dores, nunca mais chamou nomes nem blasfemou. Morreu Reconciliado com Deus.



Severino - Perdoou os Irmãos e o Pai o perdoou.



Severino, o mais velho dos irmãos era casado, tinha sete filhos e morava com sua família na cidade onde nasceu. Mesmo sendo considerado severo na educação dos filhos, sempre foi um bom pai. Ele tinha um temperamento difícil e rancoroso. Ao longo da vida, brigou e cortou relações com algumas pessoas, como um primo, antes seu amigo. Outra peculiaridade sua era a de se considerar ateu. Afirmava não crer na existência de Deus e sendo assim não frequentava a Igreja. O contraditório de tudo era quando meu tio ficava doente e começava a pedir a ajuda de Deus. Era triste e cômico ao mesmo tempo. Seus filhos estavam adultos e algumas filhas haviam casado, quando adoeceu gravemente de cirrose hepática. O sofrimento causado pela doença aproximou-o de Deus e o fez refletir sobre o pouco tempo que ainda tinha de vida. Assim, resolveu se confessar. O padre foi chamado à sua casa. Após a confissão mandou um dos filhos na casa do primo convidando-o a ir em sua casa. O primo foi e, ambos, se reconciliaram. Fez o mesmo com a outra pessoa, com quem também havia brigado, pedindo seu perdão. Alguns dias depois, morreu em paz. No seu enterro, o padre muito ocupado, celebrou a missa de corpo presente. Meu tio Perdoou os Irmãos e foi Perdoado pelo Pai.


   Zui Galvão

*