sábado, 29 de setembro de 2012

Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael



Miguel, nome hebraico que significa "Quem é como Deus?", é lembrado duas vezes no livro de Daniel como protetor particular do povo eleito (Dn 10,13 e 12-1). A carta de São Judas (v. 9) mostra-o em luta contra Satanás pelo corpo de Moisés. Também o Apocalipse (12,7) recorda o combate de Miguel e seus anjos contra o dragão. A liturgia dos mortos pede-lhe que acompanhe as almas. Muito venerado pelos hebreus, cedo se tornou muito popular no culto cristão. O dia 29 de setembro é aniversário da dedicação de uma igreja a ele dedicada em Roma (séc. V).

Gabriel, "força de Deus", apresentou-se a Zacarias como "aquele que está diante de Deus" (Lc 1,19). Levar o anúncio de Deus é a tarefa que lhe reconhece Daniel (8,16; 9,21): de fato, anunciou o nascimento de João Batista e o de Jesus Cristo (Lc 1,5-22.26-38).

Rafael, "Deus curou", comparece no livro de Tobias como acompanhante do jovem Tobias em sua viagem e como portador de salvação do velho pai cego. 


São Lucas mostra muitas vezes a intervenção dos anjos nas origens da Igreja, porque com a vinda de Cristo a humanidade entrou em nova era, era definitiva, em que Deus está próximo do homem e o céu está unido á terra. Os anjos vêm de Deus, "enviados a serviço, para vantagem daqueles que devem ser salvos" (Hb 1,14).

(Missal Cotidiano - Edições Paulinas, 1984)

*

domingo, 23 de setembro de 2012

Oração do Amanhecer


Esta oração era rezada toda manhã, no Colégio de Freiras, quando eu era estudante:


  




Senhor

No silêncio deste dia que amanhece, venho pedir-te a paz, a sabedoria, a força.
Quero olhar hoje o mundo com olhos cheios de amor; ser paciente; compreensivo; manso e prudente; ver além das aparências teus filhos como tu mesmo os vês, e assim não ver senão o bem em cada um.
Serra meus ouvidos a toda calúnia.
Guarda minha língua de toda a maldade.
Que só de bençãos se encha meu espírito.
Que eu seja tão bondoso e alegre, que todos quantos se achegarem a mim sintam tua presença.
Reveste-me de de tua beleza, Senhor, e que no decurso deste dia, eu te revele a todos.


(Oração do Amanhecer - Edições Paulinas)



*

sábado, 15 de setembro de 2012

Nossa Senhora das Dores - 15 de Setembro

"Foi o Papa Pio VII que introduziu na liturgia a celebração das dores de Maria. A participação dolorosa da Mãe do Salvador em sua obra de salvação (Lc 2,33-35) é atestada na hora da cruz por João, que a recebeu por Mãe (Jo 19,25-27). Atualmente, esta memória se concentra melhor sobre ela e sobre o sacrifício de Cristo que ela própria oferece com ele ao Pai".





Sequência


Ó santa Mãe, dá-me isto:

trazer as chagas do Cristo
gravadas no coração. 


Do teu Filho, que por mim

entrega-se a morte assim,
divide as penas comigo.


Oh! Dá-me enquanto viver,

chorando sempre contigo.


Junto à cruz eu quero estar,

quero o meu pranto juntar
às lágrimas que derramas.


Virgem, que às virgens aclara,

não sejas comigo avara:
dá-me contigo chorar.


Traga em mim do Cristo a morte,

da Paixão seja consorte,
suas chagas celebrando.


Por elas seja eu rasgado,

pela cruz inebriado,
pelo sangue do teu Filho!

No Julgamento consegue
que às chamas não se entregue
quem por ti é defendido.

Quando do mundo eu partir,
dai-me, ó Cristo, conseguir,
por vossa Mãe, a vitória.

Quando o meu corpo morrer,
possa a alma merecer
do Reino celeste a glória!
Amém.  (Aleluia.)


(Missal Cotidiano, edições paulinas-1985)



segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Setembro - Mês Dedicado A Bíblia




"Toda a Bíblia é Comunicação de um Deus Amor, 
de um Deus Irmão.
É feliz quem crer na Revelação, 
quem tem Deus no Coração."

*