quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Nossa Senhora de Guadalupe - 12 de Dezembro



No início de uma bela manhã de sábado, em dezembro de 1531, na cidade do México, um índio chamado Juan Diego, caminhava para suas aulas de catecismo e, logo depois, para a Santa Missa. Ao chegar junto a uma colina chamada de Tepeyac, escutou uma voz doce e suave que o chamava pelo nome.
Ele subiu ao topo da colina e viu uma Senhora de uma beleza incomparável. Seu vestido era brilhante como o sol. Com palavras muito amáveis e ternas lhe disse: "Juanito, meu pequeno filho, eu sou a sempre Virgem Maria, Mãe de Deus, por quem se vive. Desejo muito que me construa aqui um templo, para nele mostrar e expandir todo meu amor, compaixão, auxilio e defesa a todos que habitam sobre a terra e a todos os que me invocarem e se confiarem a mim.. Vá ao Senhor Bispo e lhe diga que desejo um templo neste lugar. Anda e ponha nisso todo o seu esforço". E assim fez o índio, que foi ao bispo e lhe relatou tudo.
Usando de prudência, o bispo pediu um sinal da Virgem ao indígena, que somente na terceira aparição foi concedido, quando Juan Diego estava indo buscar um sacerdote para o tio doente. Num período de frio extremo, a Virgem o instruiu para que colhesse flores no bosque e as levasse ao bispo. Diego obedeceu.
O bispo ficou estupefato quando abriu o pano que o índio lhe estendeu. Não podia entender como em pleno inverno, o índio encontrou tantas flores frescas e perfumadas! E, no manto que o índio usou para embrulhar as flores, miraculosamente estava a figura da Virgem de Guadalupe: pele morena, olhos claros, e vestidas como as mulheres da Palestina! O bispo, emocionado, acreditou na história do índio e seguiu suas instruções, providenciando a construção do templo em honra da Mãe do Senhor.
O manto de Juan Diego, que deveria ter se deteriorado em 20 anos, devido à baixa qualidade do tecido, mantém-se até hoje perfeitamente conservado, apesar de se terem passado mais de 450 anos e até venerado no Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, que se tornou o santuário católico mais popular do  mundo depois do Vaticano.
Nossa Senhora de Guadalupe foi declarada Padroeira de toda a América Latina em 1945, pelo Papa Pio XII. 


( Texto: Associação  Filhos do Pai Eterno, Trindade/GO ) 

*  

Nenhum comentário:

Postar um comentário