quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Refletindo Sobre A Velhice

Quando eu era jovem costumava achar que as pessoas com mais de quarenta anos era velha. Quando criança queria morrer aos quarenta anos, pois achava que nessa idade já havia atingido a velhice. Uma velha amiga que já partiu desta vida e, se estivesse viva estaria, neste mês, completando mais de noventa anos, me deu esta poesia, que me fez refletir sobre a velhice e só agora estou compreendendo a profundidade de seu significado.




Envelhecer...


                       Bastos Tigre

Entra pela velhice com cuidado,
Pé ante pé, sem provocar rumores
Que despertam lembranças do passado,
Sonhos de glórias, ilusões de amores.

Do que tiveres no pomar plantado
Apanha os frutos e recolhe as flores;
Mas lavra ainda e planta o teu eirado,
Que outros virão colher quando te fores.

Não te seja a velhice enfermidade!
Alimenta no espírito a saúde,
Luta contra as tibiezas da vontade!

Que a neve caia! O teu ardor não mude!
Mantem-te jovem, pouco importa a idade!
Tem cada idade a sua juventude... 

*

Nenhum comentário:

Postar um comentário