quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Santa Maria, Mãe de Deus - 1 de Janeiro



Deus enviou seu Filho, nascido de mulher. Gl 4,4-7


Maria, mãe de Deus! Esta desafiante definição solene do Concílio de Éfeso (ano 431), sob o Papa Clementino, põe em relevo a perfeita união entre a divindade e a humanidade, revelada na encarnação. Com o titulo Mãe de Deus a dimensão feminina de Maria fica associada à própria natureza divina e abre o espaço para a imagem de Deus Mãe. Podemos ver em Maria traços do rosto feminino e materno de Deus. O patriarcalismo tradicional das culturas antigas, particularmente e intensamente presente no Antigo Testamento, relega a figura da mulher e mãe à obscuridade. E isto se reflete na imagem de Deus, masculina, apenas Pai, revestido de poder. Nas devoções a Maria os fiéis buscam a dimensão materna, amorosa e carinhosa de Deus. 
   

( Trecho do Comentário da Missa S. Maria, Mãe de Deus. 1 de Janeiro. A Bíblia dia a dia para o ano de 2012. Paulinas Editora.)
                                                                                              
                                              *                                                  


Um comentário: